InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Atenção deuses! Há um aviso no Staff Loungue para vocês, entrem e leiam.

Important: Seu avatar é registrado? Ainda não?! Evite levantes, corra aqui: [MENINOS | MENINAS].
EM REFORMA, AGUARDEM! Novidades virão, algo que já estava mais do que na hora, não acham?!

Compartilhe | 
 

 Treino com armas brancas e escudos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Thanatos
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 403
Data de inscrição : 03/05/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Treino com armas brancas e escudos   Sab 08 Set 2012, 09:38

Relembrando a primeira mensagem :


Treino com armas brancas e escudos


A arena é um local onde os campistas podem evoluir suas habilidades, treinarem com armas, lutarem entre si ou contra monstros. Assim como em todo lugar, a arena tem suas regras, as quais podem ser lidas aqui.

Não serão avaliados os treinos postados fora do horário permitido em on. Bom treino.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

AutorMensagem
Thanatos
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 403
Data de inscrição : 03/05/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qua 12 Dez 2012, 09:03



N Avaliação N




Ortografia - 9/10
Coerência , coesão e organização e conteúdo e idéias - 30/30
Organização do post - 10/10
Uso adequado de linguagem - 15/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 8/10
Capacidade descritiva 23/25


TOTAL=95xp + 5HP/MP


Código:
Wow, você realmente me surpreendeu, Aramis. Conseguiu me deixar sem palavras, meus parabéns!! Tenho que confessar que fiquei com muita inveja lendo seu treino ^^. Os descontos justificam-se pelos erros de concordância que observei, nada grave. Continue assim xD

ATUALIZADO



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
George A. Firefalcon
Guardiões da Memória
Guardiões da Memória


Mensagens : 5
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha do personagem
Vida:
122/122  (122/122)
Energia:
112/112  (112/112)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 13 Dez 2012, 19:25






Treinando





Pensando em melhorar na espada, pensei em ir para o campo de treinamento. Parti, saindo do chalé de minha mãe Quione. O fato é que, assim que cheguei no campo de treinamento, alguns filhos do deus do Sol - Apolo - saíram correndo, porque eu estava de mau-humor e, quando eu fico assim, espalho o frio ao redor.

Logo eu fiquei sozinho, com a exceção de um filho de Poseidon que resolveu me fazer companhia para treinar.

-Você não vai embora? Meus poderes podem congelar alguns dos seus - disse. Mas enfim, ele não me deu ouvidos. Pra começar, sequer atenção me deu.

Puxei uma espada de madeira que achara ali, do lado de um quadrado de feno, e pensei em treinar contra, primeiro, um autômato feito de bambu, o que daria a chance de eu destruí-lo, mesmo com uma simples espada de madeira.

Comecei a observar a movimentação do filho do deus das águas e percebi que ele também era iniciante, porque eu já vira semideuses melhores em toda a história. E os movimentos não eram difíceis de se aprender. Observei toda a movimentação, como ele segurava a espada, a pressão que o vento fazia na 'lâmina' da espada de madeira, enfim, todos os detalhes. Era a minha determinação como Guardião da Memória, herdeiro das habilidades de Mnemósine-sama.

Quando, em seguida, comecei a reproduzir os movimentos dele, igualzinho: Um giro para acertar o primeiro, e o acertei com precisão na dobra do joelho, fazendo com que caísse sem a perna. Em seguida, um movimento fluído partindo de um semigiro e acertei a cabeça do segundo, deixando-a sem reparo.

Ele ficou furioso com o fato de eu ter conseguido aprender apenas olhando. Eu tinha plena consciência de que algumas habilidades do deus dos mares eu não poderia reproduzir, porque eu não teria poder o suficiente e tampouco era filho deste deus, então decidi também me lembrar do que aprendi no treino contra o filho de Hades, ou melhor, com as invocações deste.

Este ficou muito bravo comigo, pelo fato de eu imitá-lo e de aprender rápido, já vindo pra cima de mim, sem me dar tempo para respirar. Ele já veio com a ponta aguçada da espada na direção de meu peito, e lembrei, com riqueza de detalhes, que foi o que eu fiz quando fui pra cima dos mortos-vivos. Desviei com facilidade, acertando a canela dele, deixando ele ainda mais furioso ainda.

Foi quando ele veio pra cima de mim com uma bela quantia de água que vinha do rio. Ele não queria saber se o rio era domínio de outras criaturas aquáticas, e com a prepotência de um dos filhos de um dos grandes, veio pra cima de mim. Com meu sopro invernal, congelei a água tempo o suficiente para que pudesse sair da frente dele.

Pasmo, ele continuou vindo pra cima de mim, só que um pouco mais cuidadoso. A minha maestria com espada só aumentava, então, usei o treino para dispersar o filho de Poseidon que ficou chateado e foi embora.

-Ué, eu avisei. Agora fica todo chateadinho... - e ri com sarcasmo - Volte sempre!




lady marmalade ♥ ops!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.firefalcon.com.br
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 81
Data de inscrição : 27/04/2012
Localização : No seu quarto.

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sab 15 Dez 2012, 14:40

Critério (Pontuação Máxima)Pontuação Adquirida
Ortografia (10)10
Coerência, Coesão, Organização, Conteúdo e Ideias (30)20
Organização da Postagem (10)8
Uso Adequado de Linguagem (15)15
Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes (10)6
Capacidade Descritivia (25)16
TOTAL
75

Observações:
 
Atualizado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Haley Brooks
Filhos de Nêmesis
Filhos de Nêmesis
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 29/12/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Dom 30 Dez 2012, 17:03

Fiquei olhando as armas que eu havia ganhado, observei atentamente. Tinha um mangual duplo, com o cabo de aço e com as esferas d uma mistura de bronze sagrado (me disseram que aquele material podia matar monstros) e ouro, com um pequeno botão no cabo. Por curiosidade apertei nele. No mesmo instante, o mangual virou um bracelete. Segurei o bracelete e na mesma velocidade, ele se transformou novamente. No meio dali, havia também um manto negro aveludado com uma leve textura. Vesti o manto e agora tinha asas. Um par de pelas asas do meu tamanho. Tentei bater as asas; consegui.
- Desativa - falei, para ver se ficava como um manto novamente.
O melhor é: funcionou. Tirei o manto e voltei a observar meus presentes. Foi aí que meus olhos se arregalaram; uma espada de ouro branco estava ali. Peguei a espada e comecei a maneja-la. Ela não parecia pesada. Claro, tinha que me esforçar um pouco para fazer isso, mas não muito. Aí eu me toquei porque minha mãe não havia aparecido pessoalmente para me entregar a guitarra no meu aniversário. Ela era uma deusa. Nesse momento me ajoelhei.
- Obrigado, Nemêsis... - agradeci - Mamãe...
Depois de tudo aquilo, tirei a guitarra do pescoço e a guardei. Recolhi meus presentes, menos o manto. Ele ficou lá com a guitarra. Saí para a Arena e por sorte, estava no horário de treino de armas brancas (Me tinham falado sobre o horário, mas eu não decorei). Quíron, o centauro que havia me acolhido no acampamento estava lá, dando aulas.
- Olha quem está aqui... O mais novo no acampamento, Haley! - anunciou Quíron - Junte-se á aula.
Aceitando o convite, me juntei. Fiquei em frente ao último boneco e transformei meu mangual em bracelete, fiquei com ele no meu braço. Não queria confiar nele, mas eu tinha que confiar. Sei lá, eu mal conhecia o cara.
- Façam o seguinte: Girem o punho, levando a espada acima do ombro e depois girem de novo, fazendo um corte na barriga - ele falou.
Tentei fazer o golpe, girei o punho em 180º verticalmente, para que a espada ficasse perto de meu ombro, velozmente, girei o punho agora em 270º. Mas a espada acabou para baixo. Tentei novamente e deu no mesmo. Dessa vez, mexi um pouco o braço, não só o punho. Deu certo. Agora a espada parecia mais pesada que antes. Fiquei repetindo o movimento até que todos acabassem.
- Ótimo - Quíron disse - Agora façam dois cortes seguidos na lateral do boneco.
Essa foi fácil, mesmo para eu, que não tenho experiência nenhuma. Bati minha espada na lateral do boneco e fiz ela 'pular' para o outro lado. Claro que o golpe não ficou perfeito, mas foi. Repeti o golpe umas cinco vezes, o suficiente para dar tempo de todos acabarem.
- Pronto - Quíron disse - Agora o treinamento é livre.
Continuei ali, de frente ao boneco. Foram poucos o que saíram. Olhei para um garoto que estava do meu lado.
- Seu Nome? - criei coragem e falei.
- Não te interessa - ele me olhou - Agora treine.
Com certeza, aquele seria a pessoa que eu podia confiar. Diferente de outras pessoas, que gostava das que me odiavam. Eu era assim. Para mim, aquilo era tipo: Deixa pra depois e se concentra e fica mais forte. Aquilo para mim era se preocupar comigo. Mas ele não havia ganhado minha confiança, poderia ser meu melhor amigo, sim, mas muito depois. Me concentrei no boneco. Segurei a espada com as duas mãos e investi num corte de baixo para cima no boneco, com toda minha força. Fiz o mesmo por várias vezes, até eu me cansar. Depois de me cansar voltei ao chalé.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administração SO
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 284
Data de inscrição : 23/04/2012
Idade : 19
Localização : Troninho Sagrado do Olimpo 'o'

Ficha do personagem
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Energia:
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Dom 30 Dez 2012, 19:03

♦ Atualizado ♦


Ortografia - 9/10
Coerência, coesão e organização e conteúdo e idéias - 25 /30
Organização do post - 9/10
Uso adequado de linguagem - 13/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 8/10
Capacidade descritiva 21/25


TOTAL= 85xp

Código:
 Vai a dica:

Sua narração está boa, porém você precisa organizar suas ideias, prestar mais atenção em erros de coerência e coesão. Quando for arrumar o post, evite de usar cores como o Ciano, apesar do escuro absorver mais a cor, mas ainda assim, atrapalhou um pouco da leitura. Além disso, dê mais um espaço entre os parágrafos para não ficar tão junto e para evitar não se perder na no momento de ler e centralizar os post's é sempre bom. Fora isso, está tudo bem, porém, treinar mais a escrita é sempre bom para melhorar.

____

The seductive god of forges Cool
Hefesto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://santuarioolimpiano.forumeiros.com
Haley Brooks
Filhos de Nêmesis
Filhos de Nêmesis
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 29/12/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 04 Jan 2013, 15:16

Fazia mais de um dia que eu não treinava, Estava em meu chalé, entendiado, completamente sem fazer nada. Normalmente, eu iria pegar a guitarra e tocar alguma música, mas eu senti uma vontade e treinar. Me levantei da cama e andei até o armário, peguei o bracelete e o apertei, fazendo ele se transformar em um mangual duplo. Abri a porta do chalé, que, como sempre, estava vazio. Achava que Nêmesis não era muito fácil de ser conquistada... Pensando bem, eu era do mesmo jeito; devia ser de família. Saí andando pela trilha dos chalés e parei em frente a Arena. Fiquei observando o que estava acontecendo. Como sempre, Quíron estava lá, dando aulas. Mas dessa vez não era de espada, tinha pessoas com arco e flecha, atirando sem parar, de vez em quando, fazendo outro movimento. Aquilo não me impediu de treinar, poderia treinar sozinho, já que eles estavam usando o outro lado da Arena. Voltei a andar e passei direto pela aula de arco e flecha. Fui em direção aos bonecos, com impressão de que teria uma aula melhor sem ninguém me incomodando. Da última vez, o cara mandou eu prestar atenção no que estava fazendo. Parei de frente a um boneco, botei a perna direita para frente e a esquerda para trás. Segurei o mangual com a mão direita; não me preocupei com a posição da outra mão. Me concentrei no mangual, ignorei tudo a minha volta. Bati meu mangual na costela esquerda do boneco, em seguida fiz um golpe parecido com a picada de escorpião que passou de raspão; voltei minha mão direita, sem levar o corpo, fazendo as duas esferas do mangual ficarem separadas e depois, avancei novamente a mão, fazendo as esferas se fecharem. Como planejado, as duas esferas se encontraram novamente no peito do boneco, arranhando-o.

- Gostei desse golpe - falei.
- Realmente foi bom - falou um cara que estava do meu lado e eu não havia o notado - Onde aprendeu isso?
- Não te interessa - falei.


Me concentrando de novo, girei o punho direito e bati na costela direita do boneco, sem parar de gira-lo. O resultado foi que as duas esferas que giravam, fizeram uma espécie de furadeira externa na costela do boneco. Agradeci a Nêmesis que não tinha perdido a concentração e me perguntei se a habilidade com o mangual era herdada. Fiquei repetindo todos os golpes praticados, errando e fazendo de novo, até acertar dez vezes seguidas. Também procurei uma sequência para praticar, e a que eu consegui foi assim:
Bate na costela esquerda;
Bate no peito.
Fiz a mesma coisa com a sequência, repeti até acerta-la dez vezes seguidas. Depois disso, fui até o meu chalé.

{OFF: O golpe de bater no peito, é o do estranho golpe da 'picada'}
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 04 Jan 2013, 16:01

(AVALIAÇÃO !!)
(Treino sendo avaliado)



--------------------------------









♦ Ortografia: Você não precisa ser nenhum gramático, mas erros graves prejudicam a leitura e o entendimento, deixando mais difícil de se ler um texto, prejudicando até mesmo na coerencia e coesão:

6/10 --> Você precisa ter mais cuidado com a vírgula, colocá-la indevidamente acaba confundindo e lembre-se após a vírgula a palavra a seguir se incial com letras maiúscula. E maneira no excesso de pontuação. No mais, a ortografia não tem do que se reclamar.

♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias: Coisas absurdas, ações inexplicadas ou incoerentes com o level, falta de ligação entre as idéias deixam o texto confuso para os avaliadores -30 pontos

18/30 --> Você foi muito breve, e a organização do post foi infelizmente afetada. Aconselho o uso mais corriqueiro dos parágrafos, as ideias tão muito juntas, pense nisso. Sei treino foi muito bom, mas ao que diz respeito do conteúdo deixou a desejar.

♦ Organização da Postagem: Formatação, como cores( de preferência fáceis de se ver), separação de parágrafos, indicações para falas, pensamentos, etc - um post mais organizado facilita a leitura - 10 pontos

7/10 --> Como já havia dito no tópico anterior, seu post, foi prejudicado pela falta de parágrafos, que sempre deixa o post mais organizado e consequetemente melhor de se ler e avaliar, até mesmo o tamanho da fonte (Do próprio fórum) exige mais parágrafos para não deixar as letras "montadas" uma nas outras. Fora isso, tudo bem.

♦ Uso Adequado de Linguagem: Gírias, abreviações e memes, repetições de termos enquadram-se na mesma questão de ortografia e capacidade descritiva -15 pontos

15/15 --> Aqui não há nada que se reclamar, o jeito durão de ser, remete á um filho da deusa da vingança, ou seja, você não foi punido por isso. Parabéns.

♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes: Usar o mesmo poder vezes seguidas demonstra falta de estratégia ou uma apelação deliberada. Aqui serão avaliadas a capacidade de criar uma situação envolvente com os recursos do personagem, mesmo que sejam poucos nos níveis iniciais - 10 pontos

9/10 - Gostei do modo que demonstrou os golpes. Achei bem legal, mas você usou o mesmo golpe várias vezes, entendo que estava tentando aperfeiçoá-los mais um golpes alternativos de vez em quando cairia bem...

♦ Capacidade Descritiva: Avalia as descrições das postagens. Postagens só com falas e/ou ações não situam o personagem nem envolvem o leitor, por isso o uso desta categoria - 25 pontos

20/25 - Você descreveu o treino detalhadamente e gostei bastante disso, mas lembre-se de descrever antes da luta também, não é o mais importante mais também não deve ser esquecido... Fica a dica.

Total de Experiência obtida = 75 xp

Código:
Obs - Assim que um ADM entrá o seus pontos serão atualizados... Traga-me um Diet Coke... ^^





--------------------------------




POST number

TAGGED here

MÚSICA name, singer

SET link

NOTAS here
CODED BY: IG de SA

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administração SO
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 284
Data de inscrição : 23/04/2012
Idade : 19
Localização : Troninho Sagrado do Olimpo 'o'

Ficha do personagem
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Energia:
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 04 Jan 2013, 16:16

Atualizado

____

The seductive god of forges Cool
Hefesto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://santuarioolimpiano.forumeiros.com
Ellen Bergossi
Filhos de Hades
Filhos de Hades
avatar

Mensagens : 66
Data de inscrição : 21/10/2012
Idade : 19
Localização : Mundo Inferior, abusando o Hades.

Ficha do personagem
Vida:
100/218  (100/218)
Energia:
90/218  (90/218)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Dom 06 Jan 2013, 10:47







TAGGED: Ferb
NOTES: 9-10:00 PM
CLOTHES: Aqui

XOXO KitKat@SA



Conhecendo pessoas diferentes
Eu estava andando pelo Acampamento, procurando coisas para fazer. Bem, não coisas para fazer, mas lugares para treinar, na verdade. Acabara de sair da enfermaria e não estava nem um pouco a fim de colher morangos e muito menos de limpar os estábulos.

Meu colar, meu anel e minha adaga estavam comigo, o que me deixou mais tranquila. Caso algum monstro surgisse do nada, eu não seria pêga. Se bem que eu já treinara contra monstros ontem, talvez devesse treinar algo diferente hoje...

Minha concentração foi quebrada quando alguém me jogou um escudo. Eu só tive tempo de me jogar no chão antes que ele passasse voando por cima de mim, no lugar onde minha cabeça estava um segundo atrás.

- Ah, desculpe! - disse um garoto.

Era um garoto meio baixo e magro de cabelos loiros e olhos verdes. Parecia querer achar um buraco para enfiar a cabeça.

- Ah, cara, você quase me matou de susto! - falei - Novato, certo?

- É. - disse ele.

- Ah, seja um cavalheiro. - falei, preguiçosa - Me ajude à levantar!

Ele veio até mim e estendeu a mão. Eu então a aceitei e ele me levantou com uma facilidade surpreendente para alguém magro. Eu bati a poeira das minhas roupas e então o observei. Ele estava pegando o escudo.

- O que você está fazendo? - perguntei.

- Arremessando escudos. - disse.

- Você não é de falar muito, não é? - ele negou com a cabeça - Eu sou Ellen, filha de Hades.

- Ferb, Hefesto. - disse ele.

- Nossa, eu só conheço um filho de Hefesto e ele não tem nada a ver com você. - falei sorrindo - É legal conhecer pessoas diferentes. Eu sou esquisita. Pelo que pode ver, eu falo demais também, isso é estranho porque normalmente as pessoas do meu chalá são antipáticas, na maioria das vezes... Você pode me ensinar arremesso de escudo?

Ele piscou com os dois olhos duas vezes como se tentasse absorver meu discurso então me entregou o escudo que estava em sua mão e foi buscar outro. Eu observei o objeto com cuidado. Era leve e pequeno se comparado aos outros que eu já vira.

- Escudo pequeno. - disse alguém.

Ferb estava de volta e quase me matara de susto... De novo.

- Virou moda, cara? - perguntei colocando a mão sob o coração - Ah, na boa, eu achei que dessa vez eu morria.

Ele piscou com os dois olhos uma vez e então virou para a parede.

- Qual é o objetivo? - perguntei - Cadê o alvo? Como funciona o sistema de pontuação? Em qual posição eu fico?

Ele veio para perto de mim e me virou bruscamente para o lado. Eu parei de falar. Ele me fez ficar de lado para a parede, como se ela fosse um alvo de arco e flecha, então segurou minha mão com o escudo, me fez esticar meu braço direito todo e então puxou meu braço.

No último momento, soltei o escudo. Ele voou e fez uma curva, indo bater na parede vários metros à esquerda do que eu queria. Ferb voltou para a minha frente.

- Você não fala mesmo, não é? - perguntei cutucando sua bochecha - É uma pena, você parece ter muitas coisas interessantes para falar.

Ele piscou. Eu dei de ombros e então o observei lançar o seu escudo. O escudo dele tinha a aparência bem mais pesada do que o meu, mas ele conseguiu acertar a parede logo à sua frente.

- Você é bom. - sorri.

Ele piscou novamente e então ficou parado me olhando. Levei um tempo para perceber que ele queria dizer que era a minha vez, então fui buscar o meu escudo. Demorei um tempo, mas estava novamente do lado de Ferb.

Respirei fundo e então fiquei de lado para a parede como Ferb me mostrara antes. Coloquei o braço direito totalmente esticado para o meu lado esquerdo e segurei o escudo com força. Respirei fundo mais uma vez e então joguei o escudo com toda a força que eu pude reunir quando o meu braço fez um ângulo de 125° com meu corpo.

O escudo voou até bater um pouco menos para o lado do que na vez anterior.

- AH, CARA! - gritei frustada.

- Força demais. - disse Ferb.

Eu lhe lancei meu olhar mais malvado que podia fazer, mas ele simplesmente piscou. Fui pegar meu escudo e voltei para meu lugar. Percebi que eu estava longe demais para um começo. Uns 10 metros do alvo. Suspirei.

- Esforço demais. - falou Ferb.

- Já entendi, você quer que eu seja mais espontânea. - falei frustada.

Ele então piscou e eu revirei os olhos. Fiquei na mesma posição de antes e respirei fundo. Estiquei meu braço e então joguei o escudo quando senti vontade e com uma força média. O escudo voou e bateu quase no lugar onde eu queria.

- AH, CARA, COMO É QUE EU FIZ ISSO? - perguntei a mim mesma, chocada.

- Intuição. - disse Ferb.

Eu pisquei com os dois olhos para ele. Ele sorriu. Corri atrás do meu escudo, tropeçando uma vez no caminho. Caí de cara para o chão, mas já estava acostumada. Peguei meu escudo e voltei para perto do Ferb. Respirei fundo e fiquei de lado para o alvo. Dessa vez, eu tentei analisar e não pensar ao mesmo tempo.

Estiquei meu braço e então apliquei uma força média ao lançamento do escudo. Antes que meu braço fizesse um ângulo de cem graus com o meu corpo, eu afrouxei os dedos. O escudo voou, meio que girando para a direita e no final acabou acertando o lugar em que eu imaginava ser o alvo.

- É ISSO AÍ! - falei e então corri e pulei nas costas do Ferb.

Ele cambaleou por um instante e então ficou equilibrado mais uma vez. Me inclinei para a frente e então nós dois caímos. Eu ri e ele piscou.

- Desculpa, gosto de cair com os outros. - falei ao me sentar rindo - Vamos, em retribuição pela sua aula eu te pago um sorvete.

Ele piscou e eu entendi isso como um sim, então catamos os escudos e o devolvemos para os seus devidos lugares. Acho que vou escolher sorvete de flocos. Ou de limão. Ah, estava tão cansa de andar que montei no Ferb novamente. Ele não expressou nenhuma reação e então fomos assim até a loja do Acampamento.

____

Ellen Bergossi

Crida do Than ♥️ Chalé XIII ♥️ Melhor Amiga Possessiva do Paulo ♥️ Thanks Lari S. @ Sugar Avatars



._.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amo-ser-imperfeita.tumblr.com
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Dom 06 Jan 2013, 12:33

♦ Ortografia:

10/10

Gostei do modo da escrito, nenhum erro gritante. Tudo perfeito por aqui.


♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias:


26/30

Você foi coerente com ambos personagens citados na narração, usou bem e usufruiu da coesão. Só descontei dois pontos pela falta de conteúdo no treino. Fora simples demais.


♦ Organização da Postagem:

10/10

As cores facilitaram a leitura, e um bom template faz a diferença, post organizado. Parabéns.


♦ Uso Adequado de Linguagem:

15/15

A linguagem foi adequada. Foi bem descrito a forma que você tentou uma amizade. Gostei bastante.

♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes:


10/10

Seu treino com o escudo foi de certa forma habilidoso. Tudo bem por aqui !


♦ Capacidade Descritiva:

25/25

Sua capacidade descritiva é ótima. Continue assim filha de Hades.

Spoiler:
 

Atualizado

____

Dionísio
Senhor para você • Deus do Vinho • Deus da Loucura • Deus da orgia e prazeres carnais •Thanks Larissa Sant @ Sugar Avatars


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aaylah C. Stark
Filhos de Hécate
Filhos de Hécate
avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 25/01/2013
Idade : 19
Localização : AMS u-u

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 25 Jan 2013, 12:45



Treino de Espadas e Escudos
Fui quase me arrastando para o treino de espada e escudos, eu estava com um pouco de preguiça, mas... Tinha mesmo que treinar.

Fui até o Quíron, sorri para ele. - Heey Quíron, resolvi não faltar mais aos treinos - Falei, aquilo era mentira, claro que ás vezes eu continuava não indo aos treinos, mas tinha que... Disfarçar, ele olhou pra mim. - Ótimo feiticeira, bem, irá treinar com um filho de Hermes - Ele disse e apontou para um menino que estava meio que... Acabando com outro menino que reconheci como filho de Apolo, os dois travavam uma luta e o filho de Hermes estava ganhando.

A luta dos garotos acabou, o filho de Hermes derrubou o filho de Apolo no chão, depois de alguns segundos, o filho de Apolo se levantou e os dois apertaram as mãos, interessante, uma luta amigável, eu nunca tinha visto uma assim, a rivalidade sempre estava presente nos treinos e eu ás vezes odiava isso, caminhei até os meninos, antes que eu chegasse lá o filho de Apolo se retirou, olhei para o filho de Hermes. - Olá, Quíron mandou eu vir treinar com você - Sorri, ainda fitando o garoto, ele sorriu de volta. - Olá Aaylah, sou Julian, filho de Hermes - Disse ele, me olhando estranhamente.

Ok... O menino sabia meu nome, estranho, se bem que, olhei pro menino novamente e vi que era o menino que tinha ido me chamar no chalé... O garoto que tinha “invadido” meu chalé para dizer que estavam me chamando na casa grande. Sorri zombateira. - Ah... Você é o menino que invadiu meu chalé, da próxima vez... Bata na posta antes de entrar ok? - Falei revirando os olhos, o garoto soltou uma gargalhada e em seguida me entregou uma espada, peguei a espada da mão dele. - Ok e me desculpe, irei bater antes de entrar da próxima vez - Ele disse sorrindo.

Ele pegou um escudo pra ele e eu fui pegar um pra mim, me posicionei na frente do garoto em posição de ataque, ele fez o mesmo. - Está pronta, feiticeira? - Ele perguntou, apenas balancei a cabeça afirmativamente, eles tinham uma mania de me chamar de feiticeira que me irritava, qual era o problema com o meu nome? Só gostava da minha irmã Alicia me chamando de “bruxinha”, mas os outros me chamando de feiticeira, bem... Eu meio que me sentia um pouco ofendida.

O Garoto atacou minha perna esquerda, ou pelo menos tentou porque eu girei para o lado, fazendo com que a espada dele passasse apenas de raspão em minha perna. Sorri e tentei atacar o garoto em dois lugares diferentes, dei um golpe por baixo e outro por cima do seu ombro, ele foi rápido o bastante para desviar dos dois golpes, é claro... Com a agilidade de um filho de Hermes, ele tentou atingir minha perna direita, meu braço esquerdo e o meu pescoço, dei prioridade ao golpe do pescoço é claro, podia morrer só com aquele golpe ali, olhei pro Julian. - Ta tentando me matar é? - Perguntei, bufando.

Olhei para a minha perna, bom... Ele tinha conseguido deixar um corte não muito fundo ali, mas agora, o corte do meu braço, ele estava pior, senti o líquido quente escorrer por meu braço, ignorei a dor do braço e olhei para o garoto, ele estava sorrindo brincalhão, típico de um filho de Hermes, suspirei e ataquei o garoto em todos os lugares desprotegidos o mais rápido que pude, ele conseguiu se proteger da maioria dos golpes, mas não foi muito rápido para se proteger de todos eles. Consegui fazer um corte na sua perna esquerda, ele não tinha conseguido atingir meu pescoço, mas eu consegui atingir o dele.

Não foi um corte profundo é claro, eu não queria matar o garoto, não era tão má a esse ponto, a única coisa que eu tenho vontade de matar são monstros. Suspirei, aquele luta estava me cansando, ér... Estava ficando chato, ele me atacando, eu atacando ele, um corte aqui, outro corte ali e não passava disso. O Julian se aproveitou do meu pequeno momento de distração e bateu no meu escudo, com tanta força que deixou meu braço inteiro dormente, soltei o escudo na hora, o garoto sorriu com isso.

Suspirei, agora eu teria que me virar só com a espada, teria que distrair o garoto, decidi usar meus olhinhos fofinhos que costumavam assustar as pessoas. Senti meus olhos ficarem completamente pretos, vi o medo nos olhos do garoto quando viu meus olhos, sorri e bati no escudo dele fazendo o mesmo cair, depois dei uma rasteira no garoto o fazendo cair, chutei sua espada para longe e fiz meus olhos voltarem ao normal.

O garoto fez uma careta. - Hey, você usou seus poderes, isso não é justo. Não sabia que essa era uma luta com poderes - Ele falou e revirou os olhos, suspirei, realmente a luta não tinha sido justa, ajudei Julian a se levantar, peguei sua espada do chão, entreguei a ele. - Ok, vamos terminar essa luta e agora sem poderes... - Falei, sorriso brincalhona.

Ele sorriu, não sei se dava pra confiar naquele menino, mas... Resolvi dar uma chance a ele, ele olhou pro escudo no chão e antes que ele pegasse, chutei seu escudo para longe, meu braço ainda estava dormente por causa do golpe dele, sorri. - Nada de escudos também - Falei, revirando os olhos.

Segurei a espada com mais firmeza e tentei mover meu braço dormente, me arrependi por isso, meu braço começou a dor, senti o suor escorrendo por meu rosto. Olhei pro menino e ataquei, dei um golpe de direita, um de esquerda e um por baixo, ele foi rápido o bastante para desviar do golpe de direita, mas consegui fazer cortes em suas pernas e no seu braço esquerdo, ele revirou os olhos e fez um corte no ar com a sua espada.

Bati minha espada na dele, fazendo um som metálico horrível, fiz uma careta, enquanto tentava deixar a espada firme, Julian continuou forçando sua espada contra a minha, deixei minha mão um pouco leve, desfazendo o “X” que nossas espadas estavam formando e bati com toda a força que me restava na espado do garoto fazendo ela finalmente cair.

Soltei minha espada também e chutei as duas espadas para longe, comecei a massagear meu braço dormente. - Ok, luta encerrada. Sem ressentimentos ou você vai querer revanche depois? - Perguntei, soltando um suspiro. Ele sorriu e se levantou, estendeu a mão e eu levei aquilo como uma confirmação do “sem ressentimentos”.

Sorri para o garoto e saí da Arena, comecei a massagear meu braço novamente e fui para o meu chalé, sei que devia ir para a enfermaria, mas isso era desnecessário pra mim, quando a lua aparecesse, eu iria poder me curar totalmente e tudo iria ficar bem, agora só precisava de um banho e de um pouco de descanso.

____

My heart is just dark to care!

Aaylah | Daughter of Hécate | 14 years old

credits @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 25 Jan 2013, 13:14

AVALIAÇÃO:


♦ Ortografia:

Spoiler:
 

♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias:

Spoiler:
 

♦ Organização da Postagem:

Spoiler:
 

♦ Uso Adequado de Linguagem:


Spoiler:
 
♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes:


Spoiler:
 
♦ Capacidade Descritiva:
Spoiler:
 

Nota final:

79 xp

ATUALIZADO




____

Dionísio
Senhor para você • Deus do Vinho • Deus da Loucura • Deus da orgia e prazeres carnais •Thanks Larissa Sant @ Sugar Avatars


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Chord Heeling
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo
avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 30/01/2013
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do personagem
Vida:
110/110  (110/110)
Energia:
110/110  (110/110)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 31 Jan 2013, 17:26



Treino com Armas Brancas e Escudos
-----------------------------------------------------------------------------

Eu havia passado todo o dia conhecendo o acampamento e, propositalmente, deixara as arenas por último. Assim que cheguei ao local, não contento um grande sorriso de entusiasmo, verifiquei as horas no meu novo relógio - meu presente de reclamação, que me havia sido dado àquela tarde, enquanto visitava as demais localidades do acampamento. Em um momento, eu era um desconhecido, quase um proscrito. Em outro, havia aquele sinal que indicava ser Apolo meu pai. Agora, ao menos, eu tinha para onde ir.

Eram quase sete horas (19h PM); contudo, eu havia lido as informações sobre as arenas e sabia que poderia treinar até às nove. Meu entusiasmo não me deixou pensar com clareza: eu não tinha arma alguma, exceto aquela adaga de bronze que me havia sido dada, como a todos os demais campistas. Eu não queria treinar com aquilo, embora conseguisse, de algum modo, me sentir menos indefeso com aquela arma. Logo ao entrar, porém, percebi um grande arsenal na lateral da arena. Grande, não. Colossal, monumental, inenarravelmente gigantesco. Havia de tudo.

No momento de minha escolha, eu pensei que poderia estar sendo influenciado por alguma genética paterna, mas eu sentia que, de fato, eu deveria treinar com um arco. Busquei no incontável inventário do arsenal um Arco Longo e uma Aljava com uma quantidade determinada de flechas de bronze. O arco pareceu ajustar-se em minhas mãos, suave e confortável.

Caminhei bastante até encontrar o local de meu treino: um grande espaço destinado a treinos com arcos longos, com uma distância considerável entra a linha de posição do arqueiro e os bonecos com alvos em suas barrigas e cabeças (que deveríamos tentar acertar). Como se já o tivesse feito por anos, flexionei um pouco o joelho esquerdo para frente e segurei o arco, com a mão esquerda, um pouco acima da linha da minha própria cabeça. Com a mão direita, sem deixar minha posição, busquei a primeira flecha na aljava. Respirei profundamente antes da primeira tentativa. Minhas mãos haviam começado a tremer um pouco, mas o tremor havia cessado. Meus olhos vagavam rapidamente da ponta de bronze da flecha até o alvo dezenas de metros à frente. Com uma última expiração, soltei a flecha da mão direita e ela voou. O vento trouxe a flecha um pouco mais para a direita. A gravidade puxou-a um pouco para baixo. A flecha rumou, imprecisa, para perto do alvo: não o atingiu; passou ao lado de seu pescoço.

- Ótimo começo - eu disse para mim mesmo, em voz alta.

E era um bom começo. Seria ruim se a flecha houvesse rumado para longe do alvo, o que não ocorreu. E, nas próximas tentativas, nenhuma vez isso aconteceu, efetivamente. As flechas ora passavam por entre o braço e o tronco do boneco-alvo, ora seguiam por alguns centímetros acima da cabeça ou ao lado do corpo. Mas continuei tentando, até que, subitamente, comecei a acertar as flechas no boneco. Algumas atingiam seus braços, mãos ou pernas.

Já estava, porém, escurecendo. A luz do dia estava deixando a arena e, sem minha visão, não poderia treinar, evidentemente. Arrisquei, todavia, uma última tentativa. Fiz como a primeira: posição, dispersar a tensão, respiração profunda e calma. Atirei. A flecha percorreu um caminho suave, cortando o ar na arena e, inesperadamente, transpassou a cabeça do boneco-alvo.

Corri para conferir de perto meu feito inexplicável. Havia sido uma sorte imensa, é claro. Ainda assim, estava feliz. Após devolver as armas para o arsenal da arena, saí do local, verificando as horas: 20:30. Eu não havia percebido aquela hora e meia passar mas, felizmente, considerava que a havia aproveitado imensamente.

Prometendo a mim mesmo que voltaria no dia seguinte, rumei aos chalés, onde, em algum canto do Chalé de Apolo, eu poderia me sentir em casa.

Treino de 19h a 20h30min

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thanatos
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 403
Data de inscrição : 03/05/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 01 Fev 2013, 13:45

N Avaliação N




Ortografia - 9/10
Coerência , coesão e organização e conteúdo e idéias - 30/30
Organização do post - 10/10
Uso adequado de linguagem - 15/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 7/10
Capacidade descritiva 20/25


TOTAL=91xp + 5HP/MP


Código:
Muito bom, campista xD. São poucos aqueles que conseguem narrar tão bem um treino de arco e flecha como você denotou. Embora eu tenha achado que você poderia encrementar um pouco mais nos detalhes, mas é só uma mera sugestão xD

ATUALIZADO



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Billy Havely
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes
avatar

Mensagens : 31
Data de inscrição : 03/01/2013
Localização : Mil tretas mano...mil tretas...

Ficha do personagem
Vida:
103/125  (103/125)
Energia:
103/125  (103/125)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qua 20 Fev 2013, 01:37




Mano A Mano
O Suor pingava da minha testa enquanto o sol queimava minhas costas, transpondo a camisa laranja do acampamento que eu usava sem piedade alguma enquanto eu golpeava várias vezes e de diversas formas um boneco de madeira, quanto tempo se passou desde que comecei o treino ? 15 minutos ? 30 ? Talvez uma hora. Não sei ao certo, já contava 8 dias sem uma boa noite de sono e sem pesadelos, e parecia piorar a cada dia, por isso usava de todo o tempo disponível para treinar ultimamente.

Em um certo momento escutei passos pesados vindo por trás de mim, que se seguiu de uma longa risada:


-Filhos de Hermes são tão idiotas, mas você supera todos usando suas armas desse jeito, parece até uma mulherzinha!

Virei-me, vi uma garota, com certeza filha de Ares...Porque ? Ela usava botas militares provavelmente entre tamanhos de 40 a 42, braços rígidos e musculosos que saiam, ela usava uma camisa vermelha cor de sangue, mas sinceramente acho que aquela cor era realmente do sangue de alguém, seus olhos castanhos estavam dilatados como se também não tivesse dormido lá muito bem, e o pior e mais amedrontador de tudo, uma lança de madeira com uma ponta afiada, a lança em si não era fora do comum, mas sua ponta estava pingada de sangue, da mesma cor da roupa

-Acho melhor você sair de perto de mim antes que saia correndo como uma filha de Afrodite quando vê uma promoção de sapatos.

Disse calmamente em um tom calmo e desafiador para a filha de Ares, sabia que comparar filhas de Ares com as de Afrodite era o maior insulto que se podia fazer, percebi seu rosto ficar vermelho de raiva, seus dedos apertavam mais forte o cabo da lança.

-Seu...Como ousa falar assim comigo ? Eu exijo um duelo agora, sem poderes, apenas habilidade, pegue suas armas, eu estou pronta!

Eu odiava batalhas, ainda mais quando se era com uma brutamonte filhas de Ares que tinha cara de um psicopata e com uma lança enorme em mãos, mas eu não levaria desaforo para o chalé, empunhei minhas duas adagas colocando meu pé esquerdo a frente e o direito atrás, olhei de relance para minhas botas e verifiquei que eram as aladas, com o polegar da mão direita tiro uma goto de suor que descia até meu olho.

-Come over here!

Assim que disse isso a filha de Ares disparou ferozmente em minha direção com a lança a frente, eu acompanhei ela com os olhos mas meu corpo não tinha a mesma velocidade, ela deu um golpe horizontal com a lança na linha do meu peito, de susto tento ir para trás mas recebo um corte no peito, nada profundo, apenas superficial mas que no meso instante queimou, e a filha de Ares não parou, com seu pé esquerdo me aplicou uma rasteira que me atingiu no tornozelo me fazendo cair de costas no chão, percebi um sorriso brotar no rosto da garota, a lança dela descia até meu peito em um ataque provavelmente fatal, mas eu não iriam perder dessa vez, não para aquela garota, rolei para o lado e me esquivei do ataque fazendo a lança dela fincar no chão da arena, meu cotovelo ardeu com um arranhão da queda, percebi minha chance e com a adaga da mão direita tentei atingir ela no peito, mas a filha de Ares era boa, me deu um chute no braço que aplicara o golpe fazendo a adaga voar da minha mão, mas ainda tinha a da minha mão esquerda, voei por cima dela com velocidade usando minhas botas aladas trocando a mão que segurava a adaga restante da esquerda para a direita, já que sou destro, com um movimento circular, rápido e ainda mais potente pelo auxilio das botas, acertei a filha de Ares com um chute nas costas, ela sem jeito caiu de cara com o chão, mas com sua incrível habilidade de luta, ela levantou rapidamente vindo em minha direção, dessa vez tentei um golpe circular nela visando desmaia, acertei seu pulso esquerdo, ela soltou o mesmo da lança com um grito de dor, me dando um tapa, o tapa ardeu e fez eco no meu ouvido que zunia, a garota tentou fincar mais uma vez a lança, dessa vez na minha coxa, graças aos deuses consegui pular a lança, pisando no seu cabo de madeira e quebrando-a, vi ali minha chance de vitoria, com a adaga que me restou finquei na coxa dela, deixando a mesma cravada no local enquanto dou um soco forte no nariz da filha de Ares que caiu para trás, pulei em cima dela terminando o movimento com uma forte cotovelada na cabeça, fazendo a mesma desmaiar. Tomei a filha de Ares em meus braços quase sem força para fora da arena, onde chamei um filho de Hefesto para me ajudar a leva-la para a enfermaria o quanto antes.






Equipamentos e Armas:
 

____

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thanatos
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 403
Data de inscrição : 03/05/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qua 20 Fev 2013, 13:20

Treino avaliado




Ortografia - 8/10
Coerência , coesão e organização e conteúdo e idéias - 20/30
Organização do post - 12/10
Uso adequado de linguagem - 13/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 7/10
Capacidade descritiva 18/25


TOTAL=77exp



ATUALIZADO



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thanatos
Deuses Menores
Deuses Menores
avatar

Mensagens : 403
Data de inscrição : 03/05/2012

Ficha do personagem
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qua 20 Fev 2013, 20:07



N Avaliação N



Ortografia - 10/10
Coerência , coesão e organização e conteúdo e idéias - 30/30
Organização do post - 10/10
Uso adequado de linguagem - 15/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 10/10
Capacidade descritiva 25/25


TOTAL=100exp


Código:
Incrível, Alice. Muito bom mesmo, mas tome cuidado com os erros de digitação. Eu fechei os olhos para eles desta vez, mas não vai ser sempre assim ;p Mais uma vez, parabéns e continua assim xD

ATUALIZADO



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ethan Highback
Filhos de Melinoe
Filhos de Melinoe
avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/02/2013

Ficha do personagem
Vida:
105/120  (105/120)
Energia:
105/120  (105/120)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Dom 24 Fev 2013, 15:02



Primeira luta


Ethan Highback – Filho de Melinoe – 17 anos

Minha mão esquerda pendia meu escudo com detalhes esqueléticos. Eram ossos de verdade e por isso eu gostei tanto dele. Ela liberava uma aura que amedrontava os inimigos – embora fosse invisível. E em seu centro havia um crânio. A outra mão segurava uma espada cuja lâmina era prateada e bem afiada. Em seu punhal havia uma ampulheta com uma substância vermelha como o sangue.

Apoiado sobre meus ombros e caindo sobre o meu corpo, havia um manto escuro, onde as cores se confundiam em preto ou azul marinho. Ele permitia que os outros campistas me vissem desfocados o que poderia fazer com que eles errassem os seus golpes.

Joshua, meu sátiro, disse que Arty era um ótimo instrutor para duelos corpo a corpo e que iria me ensinar a lutar. Eu fitei o garoto com expressão de quem não estava dando a mínima para isso – e realmente não estava.

Ele começou a me explicar qual era a melhor posição para lutar com uma espada e escudo. Falou, também, que eu precisava usufruir das minhas habilidades da parte “deus” do meu corpo durante o duelo.

Eu tentei copiar a sua posição: joelhos levemente dobrados e pernas afastadas, espada a frente do escudo e cabeça levantada. “Costas retas e olhar ameaçador”, dizia. Confesso que era um tanto desconfortável ficar naquela posição.

- É o melhor que você consegue?

Andy caçoou. Eu odiava quando as pessoas tiravam sarro da minha cara, mas ele parecia fazer isso de propósito para que eu me irritasse e mostrasse a ele que consigo fazer melhor do que eu estava fazendo. Sim, eu estava fazendo as coisas “sem vontade”.

- Você vai me ensinar ou eu me enganei?

- Aprender depende mais de você – Ele deu um leve chute em meus joelhos para que ficassem mais inclinados, suas mãos ergueram o meu queixo e escudo e abaixaram um pouco a espada – Agora sim...

- hm...

- Agora me bata!

- Com prazer – respondi.

Ergui minha espada e, em um movimento horizontal, desferi um golpe no orientador. A lâmina da espada, contudo, brandiu um seu bracelete esverdeado e vacilou. Ele riu. Alguns risinhos femininos surgiram atrás de mim.

- Ele luta pior que uma menininha – falou a filha de Afrodite mais baixo. Soube que elas eram filhas de Afrodite porque as curvas dos seus corpos eram bem acentuadas, os cabelos lindos e cheios de charme e era muito – muito mesmo – lindas.

- Não vai retrucar? – Joshua se espantou com o meu silêncio.

- Eu não socializo com vacas, Joshua. Eu não entendo a língua delas.

As garotas ficaram vermelhas de raiva e deram as costas para nós. Meus lábios formaram um ligeiro sorriso que se desfizeram quando Andy voltou a falar.

- Você precisa bater com mais força e seus movimentos precisam ser mais rápido. Acredito que por hora é melhor você lutar apenas com a espada.

Assenti com a cabeça e o escudo voltou a sua forma original – um bracelete de marfim com entalhes de esqueletos. Portava, agora, apenas a espada e o manto. Uma vez e outra meus movimentos tremiam de forma desfocadas – o que era incômodo até para mim.

- Vamos tentar duelar, às vezes aprendemos mais na prática que na teoria.

Concordei. Joshua se posicionou entre nós e contou até três para dar início a batalha. O garoto avançou logo de primeira e tentou desferir um corte vertical com sua lâmina. Foi pura sorte, eu recuei e tropecei, o que me livrou do corte da lâmina.

Fiquei novamente em pé e esperei mais um ataque do garoto. Senti uma energia que emanava do meu corpo e por alguma razão eu me sentia mais forte. Arty correu em minha direção com a espada para frente do corpo. Quando estava há alguns passos de mim, ele ergueu a arma e a abaixou com um movimento vertical.

Por impulso, coloquei minha lâmina à frente para impedir seu ataque. Os ferros tilintaram com o impacto e minha mão amorteceu. O garoto me chutou a barriga, o que me fez curvar e isso possibilitou que ele continuasse seu ataque. Ele errou.

Chutei sua canela, porém ele já estava preparado para outro ataque. Não via outro meio de fuga a não ser o meu escudo. Em poucos segundos, o objeto confeccionado a partir de ossos estava em minhas mãos repelindo o ataque de Arty.

Levantei-me ofegante. Sentia meus membros pesados e algumas gotas de suor que escorriam por entre os pelos do meu rosto. O escudo havia voltado a sua forma de bracelete, e Arty pareceu não se importar. A ampulheta da minha espada estava chegando ao fim – a cada ataque, o líquido vermelho que a preenchia escorria para a cápsula inferior.

Arty golpeou-me, acredito que ele estava tirando alguma vantagem das minhas fracas habilidades. Sua lâmina percorreu o canto do meu braço e meu sangue jorrou. Urrei e a espada deslizou dos meus dedos.

- Seu verme puto e traiçoeiro!

- Ninguém vai pegar leve contigo em batalhas, Ethan. Agora volte a lutar sem reclamar.

Aquele garoto estava me irritando e eu odeio pessoas que me irritam.

Defender-me-ia do próximo ataque, mas o garoto foi mais rápido e afundou a espada em minha barriga. Não doeu tanto quanto o corte no braço, o que foi realmente estranho. Eu olhei atordoado para Arty, mas ele sorria como se estivesse tudo bem.

Olhei para a espada e ela não parecia fixa e não havia sangue. O meu corpo havia perdido um pouco da opacidade, eu estava desmaiando?

- Então essa é a famosa habilidade do mando de Melinoe? – Joshua disse encantado.

Então eu entendi o que estava acontecendo. Mais cedo, Joshua havia me dito que a capa poderia me deixar estéreo, apesar de que ele não soube me explicar muito bem, pois nunca tinha visto um campista estéreo antes. Os fantasmas foram os mais próximos disso.

Retirei a espada dele do meu corpo com a minha espada e tentei desferir alguns ataques. A essa altura, meu corpo já estava normal novamente – sólido, se assim posso dizer. A ampulheta estava em seu final, e eu também. O cansaço estava dominando cada músculo do meu corpo, a arma começou a ficar pesado e meus movimentos mais lentos.

- Já esta se entregando?

- Cala a boca, seu monte de bosta ambulante!

O garoto riu. O sol estava fazendo minha cabeça esquentar. Algumas gotas de suor escorregavam para dentro da minha boca, meus pés estavam muito aquecidos e minha respiração estava realmente rápida. O garoto se preparou para o último ataque. Era complicado manejar minha espada com um corto no braço, mas eu estava tentando ser forte.

Arty fez um movimento de cima para baixo com sua espada, e eu fiz um movimento de baixo para cima. Para a surpresa de nós três (eu, Arty e Joshua), eu consegui desarmar o garoto. Foi como se meu ataque tivesse sido potencializado e empurrado a espada d Arty a alguns metros para o céu.

Entretanto o ataque fez com que meu braço recebesse parte do impacto que o fez sangrar ainda mais. Joshua correu com seus passos pesados até a mim e disse que me levaria para a enfermaria. Arty disse para eu voltar amanhã, mas mandei ele pro tártaro.

Código:
Armas:
Manto espectral: Faz com que os oponentes sempre enxerguem o semi-deus de forma desfocada, fazendo com que todos os ataques contra eles tenham a chance de falha de 20%. Também permite que o Semi-deus fique etéreo, [ver explicação nos poderes] mas apenas por 1 rodada por combate.

Escudo das almas - Braçadeira de cor marfim, com entalhes de esqueletros intrincados, formando estranhos padrões. Parece feita de ossos - e realmente é. Quando ativada transforma-se em um escudo com os mesmos entalhes do item, com um crânio em seu centro e uma aura de medo que abala os oponentes. 1 vez por combate o crânio pode usar o poder de Sopro da morte [poder lvl 2] e 1 vez por missão o Grito da banshee [poder lvl 10].

Dead Line - Espada com um sistema de contagem de tempo, na forma de uma ampulheta com uma substância vermelha, incrustada em sua guarda. A cada golpe, a ampulheta vai carregando, e, quando chega ao seu limite, permite um golpe potencializado, com x3 a sua força, tirando HP e MP do inimigo. Precisa ser usada por 5 turnos consecutivos, e o golpe final só pode ser dado 2 vezes por ocasião.

Poderes:
Lvl 3 - Aura Fantasmagórica I - O filho de Melinoe possui uma pequena aura fantasmagórica ao seu redor que proporciona-lhe um pouco mais de força.


Talvez você nunca entenda

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Ter 26 Fev 2013, 12:04

♦Hora da avaliação!♦




♦ Ortografia: 9/10 pontos

♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias: 25/30 pontos

♦ Organização da Postagem: 10/10 pontos

♦ Uso Adequado de Linguagem: 13/15 pontos

♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes: 10/10 pontos

♦ Capacidade Descritiva: 25/25 pontos



Experiência total Obtida: 92xp

Observações:
 


ATUALIZADO!


Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

____

Dionísio
Senhor para você • Deus do Vinho • Deus da Loucura • Deus da orgia e prazeres carnais •Thanks Larissa Sant @ Sugar Avatars


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 14 Mar 2013, 19:14

Treino de Espada e Escudo

Fui quase me arrastando para o treino de espada e escudos, eu estava com um pouco de preguiça, mas... Tinha mesmo que treinar agora com os titãs á solta, bem, era melhor me prevenir, algumas mortes estavam acontecendo por causa de meios-sangues idiotas que cismavam de sair do acampamento sem permissão, só para se divertir e isso normalmente acaba em morte, o tio Hades que devia estar feliz com isso, afinal...

Quando mais mortes, mais almas para ele, sorri com o pensamento e fui até o Quíron, sorri para ele. - Heey Quíron, resolvi não faltar mais aos treinos - Falei, aquilo era mentira, claro que ás vezes eu continuava não indo aos treinos, mas tinha que... Disfarçar, ele olhou pra mim. - Ótimo feiticeiro, bem, irá treinar com um filho de Hermes - Ele disse e apontou para um menino que estava meio que... Acabando com outro menino que reconheci como filho de Apolo, os dois travavam uma luta e o filho de Hermes estava ganhando.

A luta dos garotos acabou, o filho de Hermes derrubou o filho de Apolo no chão, depois de alguns segundos, o filho de Apolo se levantou e os dois apertaram as mãos, interessante, uma luta amigável, eu nunca tinha visto uma assim, a rivalidade sempre estava presente nos treinos e eu ás vezes odiava isso, caminhei até os meninos, antes que eu chegasse lá o filho de Apolo se retirou, olhei para o filho de Hermes. - Olá, Quíron mandou eu vir treinar com você! - Sorri, ainda fitando o garoto, ele sorriu de volta. - Olá Aaron, sou Julian, filho de Hermes - Disse ele, me olhando estranhamente.

Ok... O menino sabia meu nome, estranho, se bem que, olhei pro menino novamente e vi que era o menino que tinha ido me chamar no chalé... O garoto que tinha “invadido” meu chalé para dizer que estavam me chamando na casa grande. Sorri zombateiro. - Ah... Você é o menino que invadiu meu chalé, da próxima vez... Bata na porta antes de entrar ok? - Falei revirando os olhos, o garoto soltou uma gargalhada e em seguida me entregou uma espada, peguei a espada da mão dele. - Ok e me desculpe, irei bater antes de entrar da próxima vez - Ele disse sorrindo.

Ele pegou um escudo pra ele e eu fui pegar um pra mim, me posicionei na frente do garoto em posição de ataque, ele fez o mesmo. - Está pronto, feiticeiro? - Ele perguntou, apenas balancei a cabeça afirmativamente, eles tinham uma mania de me chamar de feiticeiro que me irritava, qual era o problema com o meu nome? As vezes outras pessoas ficam me chamando de “bruxinho”, mas os outros me chamando de feiticeiro, bem... Eu meio que me sentia um pouco ofendido.

O Garoto atacou minha perna esquerda, ou pelo menos tentou porque eu girei para o lado, fazendo com que a espada dele passasse apenas de raspão em minha perna. Sorri e tentei atacar o garoto em dois lugares diferentes, dei um golpe por baixo e outro por cima do seu ombro, ele foi rápido o bastante para desviar dos dois golpes, é claro... Com a agilidade de um filho de Hermes, ele tentou atingir minha perna direita, meu braço esquerdo e o meu pescoço, dei prioridade ao golpe do pescoço é claro, podia morrer só com aquele golpe ali, olhei pro Julian. - Ta tentando me matar é? - Perguntei, bufando.

Olhei para a minha perna, bom... Ele tinha conseguido deixar um corte não muito fundo ali, mas agora, o corte do meu braço, ele estava pior, senti o líquido quente escorrer por meu braço, ignorei a dor do braço e olhei para o garoto, ele estava sorrindo brincalhão, típico de um filho de Hermes, suspirei e ataquei o garoto em todos os lugares desprotegidos o mais rápido que pude, ele conseguiu se proteger da maioria dos golpes, mas não foi muito rápido para se proteger de todos eles. Consegui fazer um corte na sua perna esquerda, ele não tinha conseguido atingir meu pescoço, mas eu consegui atingir o dele.

Não foi um corte profundo é claro, eu não queria matar o garoto, não era tão mal a esse ponto, a única coisa que eu tenho vontade de matar são monstros. Suspirei, aquele luta estava me cansando, ér... Estava ficando chato, ele me atacando, eu atacando ele, um corte aqui, outro corte ali e não passava disso. O Julian se aproveitou do meu pequeno momento de distração e bateu no meu escudo, com tanta força que deixou meu braço inteiro dormente, soltei o escudo na hora, o garoto sorriu com isso.

Suspirei, agora eu teria que me virar só com a espada, teria que distrair o garoto, decidi usar meus olhinhos fofinhos que costumavam assustar as pessoas. Senti meus olhos ficarem completamente pretos, vi o medo nos olhos do garoto quando viu meus olhos, sorri e bati no escudo dele fazendo o mesmo cair, depois dei uma rasteira no garoto o fazendo cair, chutei sua espada para longe e fiz meus olhos voltarem ao normal.

O garoto fez uma careta. - Hey, você usou seus poderes, isso não é justo. Não sabia que essa era uma luta com poderes! - Ele falou e revirou os olhos, suspirei, realmente a luta não tinha sido justa, ajudei Julian a se levantar, peguei sua espada do chão, entreguei a ele. - Ok, vamos terminar essa luta e agora sem poderes... - Falei, sorriso brincalhona.

Ele sorriu, não sei se dava pra confiar naquele menino, mas... Resolvi dar uma chance a ele, ele olhou pro escudo no chão e antes que ele pegasse, chutei seu escudo para longe, meu braço ainda estava dormente por causa do golpe dele, sorri. - Nada de escudos também - Falei, revirando os olhos.

Segurei a espada com mais firmeza e tentei mover meu braço dormente, me arrependi por isso, meu braço começou a doer, senti o suor escorrendo por meu rosto. Olhei pro menino e ataquei, dei um golpe de direita, um de esquerda e um por baixo, ele foi rápido o bastante para desviar do golpe de direita, mas consegui fazer cortes em suas pernas e no seu braço esquerdo, ele revirou os olhos e fez um corte no ar com a sua espada.

Bati minha espada na dele, fazendo um som metálico horrível, fiz uma careta, enquanto tentava deixar a espada firme, Julian continuou forçando sua espada contra a minha, deixei minha mão um pouco leve, desfazendo o “X” que nossas espadas estavam formando e bati com toda a força que me restava na espada do garoto fazendo ela finalmente cair.

Soltei minha espada também e chutei as duas espadas para longe, comecei a massagear meu braço dormente. - Ok, luta encerrada. Sem ressentimentos ou você vai querer revanche depois? - Perguntei, soltando um suspiro. Ele sorriu e se levantou, estendeu a mão e eu levei aquilo como uma confirmação do “sem ressentimentos”.

Sorri para o garoto e saí da Arena, comecei a massagear meu braço novamente e fui para o meu chalé, sei que devia ir para a enfermaria, mas isso era desnecessário pra mim, quando a lua aparecesse, eu iria poder me curar totalmente e tudo iria ficar bem, agora só precisava de um banho e de um pouco de descanso.



Filho De Hécate *u*


@CG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Administração SO
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 284
Data de inscrição : 23/04/2012
Idade : 19
Localização : Troninho Sagrado do Olimpo 'o'

Ficha do personagem
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Energia:
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 14 Mar 2013, 21:19

Treino avaliado




Ortografia - 1o/10
Coerência , coesão e organização e conteúdo e idéias - 25/30
Organização do post - 10/10
Uso adequado de linguagem - 15/15
Estratégia e Uso de Armas, Habilidades e Poderes - 7/10
Capacidade descritiva 20/25


TOTAL=87exp



ATUALIZADO



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

____

The seductive god of forges Cool
Hefesto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://santuarioolimpiano.forumeiros.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 14 Mar 2013, 21:58

Treino de Espada e Escudo

Cantarolei enquanto me dirigia para o treino de combate á monstros, eu tinha decidido que agora iria treinar pelo menos 3 vezes por semana, precisava ficar forte e com mais força, eu também desenvolvia novos poderes, isso facilitaria um pouco a minha vida. Peguei uma espada de bronze celestial e um escudo simples emprestado do acampamento e fui andando calmamente até a floresta.

Já tinha conversado com Quíron, ele tinha mandado eu ir procurar uma dracaenae que estava solta na floresta, eu tinha adquirido poderes novos, mas eles não serviriam de nada ali, ativei meus lindos olhos completamente pretos, aquilo poderia fazer a dracaenae pensar duas vezes antes de me atacar, fui cortando algumas plantas que me atrapalhavam a adentrar mais ainda a floresta, até que achei uma clareira.

A Dracaenae estava lá, prontinha para comer qualquer meio-sangue que aparecesse, assim que ela sentiu meu cheiro veio me atacar, eu pretendia atacar ela pelas costas e acabar logo com isso, mas a sorte não andava ao meu lado. – Olha bicha feia, eu não estou no cardápio! – Falei, revirando os olhos enquanto me desviava das “lindas” garras dela que tentavam arranhar meu rosto, um sorriso brincalhão se formou em meus lábios, até que não seria ruim ficar com uma cicatriz no rosto, seria uma história a mais para contar...

Meus olhos não estavam fazendo efeito na maldita monstra, ela estava mais empenhada em tentar me matar e com isso, não tinha prestado a mínima atenção em meus olhos. Quando ia atacar a bicha foi mais rápida e tentou arranhar meu braço, usei o escudo para me proteger, mas como a sorte não é minha amiga, tropecei em alguma coisa e caí de costas no chão, fui me levantar, mas a dracaenae foi mais rápida, coloquei meu escudo entre ela e eu, fazendo a mesma arranhar apenas o escudo, as unhas dela ficaram agarradas no escudo, empurrei o escudo contra ela, fazendo a mesma cambalear para trás, ela destruiu meu escudo e o jogou para outro canto da clareira.

Me levantei rapidamente e mordi meus lábios, agora eu só tinha a espada, olhei para o céu, para a minha sorte estava escurecendo, isso me daria vantagem naquela pequena batalha, mas eu também não sabia quanto tempo tinha passado ali, Quíron iria me matar quando eu voltasse, ou talvez a Dracaenae me matasse antes, fiquei tão imerso em meus pensamentos que nem percebi que a Dracaenae estava vindo atacar novamente, quando vi já era tarde demais.

Saí “voando” pela clareira até que meu corpo bateu numa árvore, o impacto fora tão grande que senti um gosto metálico em minha boca, fiz uma careta e cuspi o sangue que estava em minha boca, olhei para a Dracaenae com meus lindos olhinhos de demônio. – Você vai se arrepender por isso! – Falei, em seguida cuspi mais sangue, fui até a dracaenae e tentei acertar o braço esquerdo dela com a minha espada, não deu muito certo, ela foi mais rápida desviando e me atacando ao mesmo tempo, dessa vez não fui rápida o bastante para desviar, senti meu braço arder e um liquido quente escorrer por ele.

Senti uma tontura, mas para a minha sorte a noite já tinha chegado, eu podia me curar, curei meus ferimentos rapidinho e fui contra-atacar a Dracaenae, saí pulando quando ela tentou acertar minhas pernas com sua calda, saí contornando a monstra e desviando de alguns galhos que estavam no chão, eu não queria cair de novo, agora eu poderia mesmo me machucar e talvez não pudesse mais me curar, estava ficando fraco já, por causa do uso excessivo de poderes.

Mordi meus lábios novamente e pulei nas costas da Dracaenae, aí que o negócio ficou difícil, ela começou a se contorcer e começou a me xingar também, agarrei minhas pernas na cintura dela e cravei minha espada nas costas dela, fazendo a mesma explodir em pó dourado, um pouco daquele pó caiu na minha boca, comecei a tossir que nem um condenado, até que coloquei o pó maluco pra fora.

- Argh, pó de monstro, que nojo véi! – Praguejei enquanto tentava achar o caminho de volta para o acampamento, dificuldade, pois estava escuro demais, até que senti um negócio gelado passando na minha perna, mordi os lábios e olhei para baixo, era uma calda, me virei para trás bem a tempo de me abaixar para não ser atingida pelas garras de... Outra dracaenae, senti vontade de matar o centauro, por não me avisar que eram duas e não uma dracaenae.

Escalei uma árvore e me pendurei num galho com uma mão só, com a outra mão eu segurava a espada, pulei em cima a dracaenae e cortei a cabeça dela fora. – Morre diabo! – Falei, enquanto ela explodia em pó, tinha sido mais fácil matar aquela e eu estava grata por isso, mas meu corpo inteiro doía e a Dracaenae segunda tinha feito um corte na minha barriga, antes de explodir no maldito pó.

E eu já devia saber que se apoiar no galho de uma árvore com um braço só não era uma boa ideia, andei mais um pouco até que encontrei o acampamento, decidi ir falar com Quíron no outro dia, o Centauro maluco nem estava mais na entrada da floresta me esperando, fui emburrado para o meu chalé, tentando curar as dores aos poucos, pois já estava cansado de usar magia.


Filho De Hécate *u*


@CG

Voltar ao Topo Ir em baixo
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 14 Mar 2013, 22:30

♦Hora da avaliação!♦




♦ Ortografia: 8/10 pontos


♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias: 22/30 pontos


♦ Organização da Postagem: 10/10 pontos


♦ Uso Adequado de Linguagem:
12/15 pontos


♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes: 9/10 pontos


♦ Capacidade Descritiva: 20/25 pontos

Spoiler:
 


ATUALIZADO!!!


Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

____

Dionísio
Senhor para você • Deus do Vinho • Deus da Loucura • Deus da orgia e prazeres carnais •Thanks Larissa Sant @ Sugar Avatars


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Qui 14 Mar 2013, 23:16

Treino de Espada e Escudo

Tic tac, tic tac, tic tac... O barulho do relógio estava começando a me irritar, levantei da cama e fui olhar a janela que tinha vista para a floresta negra, até que não era uma má ideia ir dar uma volta pela floresta. Mas eu não podia faltar aos treinos novamente, soltei um suspiro e saí do chalé não podia, mas fugir dos treinos.

Fui para o treino de espadas e escudos e tinha a impressão de que ia levar bronca por faltar aos treinos... Adentrei a arena e fui ao encontro de Quíron, ele olhou pra mim e disse:
- Resolveu aparecer aos treinos, Filho de Hécate? Bom, irá lutar com um filho de Apolo.
Ele apontou para um garoto que estava me olhando num canto da Arena, dei de ombros e fui pegar uma espada e um escudo, depois fui até o garoto e falei:

- Olá filho de Apolo, sou Aaron Filho de Hécate.
Ele sorriu e falou:
- Pode me chamar de Cris e relaxa, vou pegar leve contigo.
Ok, isso me deixou um pouco estressado ele achava que eu não sabia me defender ou o que? É sempre assim, acham que sou um menino um pouco fraco só pelo meu rosto, eu devo ter algum problema porque não é possível. Falei:

- Você que sabe! Agora vamos lutar.
Ajeitei a minha espada que estava na mão direita e o escudo que estava na mão esquerda, não perdi tempo ataquei tentando atingir o braço esquerdo do garoto, o braço que ele segurava a espada, vi um sorriso malicioso se formar em seu rosto.

Aquilo estava ficando meio estranho, não consegui atingir o garoto, ele era ágil e se protegeu com o escudo, me aproveitei disso e ataquei seu lado direito o que estava desprotegido, só deu para fazer um pequeno corte no braço direito do garoto.

Ele olhou para o corte, depois olhou pra mim, e tinha alguma coisa no olhar dele que dizia que eu estava completamente ferrado. Sorri para o garoto, mas ele não sorriu de volta só tentou atingir meu braço direito, e conseguiu ele fez um corte no meu ombro, ignorei a ardência do braço e voltei a atacar.

Não fui rápido o bastante e o garoto me fez derrubar meu escudo, agora sim eu estava completamente ferrado, ele sorriu maldoso, era melhor eu esquecer o negócio dele pegar leve comigo, sorri para o garoto e tentei fazer, mas um corte, só que dessa vez, mas fundo em seu braço esquerdo.

Na hora que tentei atacar o garoto virou e a espada bateu no escudo, nessa hora acho que o garoto não estava segurando o escudo muito bem, pois o escudo caiu. Sorri malicioso para o garoto, agora era a luta era só com as espadas, pelo que eu sabia filhos de Apolo eram bons com arco e flecha e não espadas.

Eu como Filho de Hécate era bom com espadas, até com uma adaga eu poderia lutar bem, o garoto olhou meio confuso para mim, ele devia estar me achando um louco por ficar ali só parado olhando pra ele, em vez de atacar. Ele se aproveitou disso e me atacou fazendo, mas um corte em mim, só que dessa vez na perna, eu deveria ter atacado logo, mas não... Eu era um idiota mesmo.

Contra ataquei e consegui fazer, mas um corte no garoto, aproveitei o momento que ele estava olhando para o corte, e bati com a minha espada na mão dele, fazendo ele largar a espada. Depois apontei minha espada para seu pescoço e falei:
- Pegar leve é? Não vi isso e mesmo assim ganhei.

Sorri e saí de perto do garoto, agora precisava de um banho, peguei o escudo que estava no chão e fui guardá-lo.


Filho De Hécate *u*


@CG

Voltar ao Topo Ir em baixo
Dionísio
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos
avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 20
Localização : Casa Grande

Ficha do personagem
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   Sex 15 Mar 2013, 17:39

♦Hora da avaliação!♦



♦ Ortografia: 9/10 pontos
Spoiler:
 
♦ Coerência , Coesão,Organização, Conteúdo e Ideias: 27/30 pontos
Spoiler:
 
♦ Organização da Postagem: 10/10 pontos
Spoiler:
 
♦ Uso Adequado de Linguagem: 10/15 pontos
Spoiler:
 
♦ Estratégia e Uso de Armas/Habilidades e Poderes: 10/10 pontos
Spoiler:
 
♦ Capacidade Descritiva: 18/25 pontos
Spoiler:
 

Spoiler:
 

ATUALIZADO!!

Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

____

Dionísio
Senhor para você • Deus do Vinho • Deus da Loucura • Deus da orgia e prazeres carnais •Thanks Larissa Sant @ Sugar Avatars


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Treino com armas brancas e escudos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treino com armas brancas e escudos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Abertura da nova Loja de Armas - Promoção de 50%
» Vendo armas.
» [Tutorial] Como por novas armas no xas hero 3.91
» Sistema De Level Para Equipar Armas e Armaduras Por Eventos M.C.O
» Hora do treino. A Rota 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Acampamento Meio-Sangue :: Arenas :: Treino Com Armas Brancas e Escudos-
Ir para: